Farra no Formigueiro - Hora do Conto

LITERATURA, INFANTO, JUVENIL, LILIANA, IACOCA, FARRA, FORMIGUEIRO, LABIRINTO, ATICA, MICHELE, EDITORA, Hora do Conto, Livros, Histórias, eva. arvores, formigas, formigueiro, fila, musica, a cigarra e a formiga, flores, floresta, alfabetização, sala de aula, atividade pedagogica

Toda manhã a fila de formigas saía do formigueiro.
Papai e mamãe formiga iam na frente. E, enquanto iam andando, iam contando uma história.
A coisa funcionava assim: Papai e mamãe formiga contavam a história para a filha mais velha, que também era a primeira da fila. Ela ia repetindo a história direitinho para a que vinha atrás dela, e a que vinha atrás para a que vinha mais atrás ainda e assim por diante, até chegar na menor de todas, que também era a ultima fila.
Naquela manhã tudo estava se repetindo igualzinho aos outros dias. 
E, como nos outros dias, papai e mamãe formiga foram logo começando a história: era uma vez uma formiga...
- Ufa! - falou a mais velha, que também era a primeira da fila. - Outra vez a história da cigarra e da formiga!
- Desde que eu nasci que eu estou ouvindo a mesma história - disse a segunda mais velha que também era a segunda da fila.
- Já sei de cor salteado esta história - falou a terceira.
E assim por diante, cada uma delas foi dando sua opinião até chegar na menor de todas, que também era a última da fila.
E a menor de todas falou: 
- Eu não tenho nada contra a história da cigarra e da formiga. Eu ate gosto dela. A única coisa que me incomoda é que só a cigarra canta. Afinal de contas, eu também gosto de cantar.
- Eu também já pensei nisso muitas vezes - falou a penúltima, que também era a penúltima da fila.
- Cantar sempre foi o meu sonho - falou a antepenúltima.
E assim por diante, cada uma delas foi dando a sua opinião até chegar na maior de todas, que era a primeira da fila.
A primeira da fila, sem pensar duas vezes, saiu da fila e começou a cantar:

ZIRIGUIDUM...
ZIRIGUIDUM...DUM...DUM...DUM...
EU AGORA SOU CANTORA
E VOU CANTAR O ANO INTEIRO,
PARA O SAMBA BALANÇAR
ESTE FORMIGUEIRO.
ZIRIGUIDUM...
ZIRIGUIDUM...DUM...DUM...DUM...

A segunda fila não perdeu tempo e falou:
- Eu prefiro uma música bem barulhenta. - E pulando e se mexendo toda começo a soltar alguns agudos estridentes.
Abrindo a boca o mais que podia, a terceira da fila também começo a cantar, batendo as patas no chão.
E assim por diante.
Teve quem cantou mais alto, mais baixo, com voz esganiçada, com voz fina, com voz grossa, gritando, berrando, cantaram todo tipo de música e de todo jeito que se pode imaginar.
A essas alturas a fila já tinha deixado de ser fila e virado uma tremenda confusão.
- Que tremenda confusão! - falou Papai Formiga, enquanto corria de um lado para o outro, tentando organizar a fila de novo.
- Venha me ajudar aqui! - Ele gritou para a Mamãe Formiga.
- Já vou... ZIRIGUIDUM... já estou indo... ZIRIGUIDUM...dum...dum...dum...

Autora: Liliana e Michele Iacoccoa. Ed. Ática. Coleção Labirinto. Segmento Literatura Infantil. Faixa Etária 6 a 7 anos. Temas lazer, quebra de costumes.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
==>> Uso essa história para a apresentação do conteúdo Números Ordinais.
==> Os personagem são fixados com velcro e saem de dentro do próprio livro.

Espero que tenham gostado da dica de hoje e caso você deseje ENCOMENDAR esse material, é só me mandar um recadinho por e-mail dmaricotafeliz@gmail.com
ou direto no meu watts (53) 999940993.

Não esquece de curtir e compartilhar!
Beijocas, Donamaricota
Comente pelo Blogger
Comente pelo Google+

0 comentários:

Quer mais? Aqui tem!

Copyright © 2013 Dona Maricota Feliz - Layout Personalizado por Giselle Carvalho
Subir